Datas comemorativas

Aprenda como usar a tendência do cimento queimado na sua casa

Escrito por quintadellarte

Você adora decoração? Então, chegou a hora de conhecer a última tendência do design de interiores: o cimento queimado. Rústico e ao mesmo tempo urbano, esse tipo de revestimento pode ser aplicado nos pisos e paredes de diversos cômodos.

Além de estiloso, esse composto conta com outra vantagem: o seu custo-benefício. Por utilizar somente matérias-primas baratas, que é o caso da água, do cimento e da areia, essa mistura carrega um valor bastante acessível.

E o melhor de tudo? Pode ser aplicado com facilidade onde você desejar. Essa novidade é irresistível e por isso criamos este post com dicas valiosas para você levar o cimento queimado para os seus ambientes. Confira!

Utilize uma paleta de cores adequada

Uma das características do cimento queimado é a sua versatilidade. O material se encaixa bem em projetos de diferentes estilos de decoração — dos românticos aos mais irreverentes. O segredo é utilizar as tonalidades adequadas, de acordo com o seu gosto e personalidade.

Por exemplo: imagine que você está planejando montar um quarto bem feminino. Nesse caso, o cimento queimado deve ser combinado com revestimentos e objetos em rosa antigo. Você também pode utilizar o cimento queimado em um tom mais claro, criando assim, uma combinação ainda mais suave e delicada.

Para impedir que o visual fique “cinza demais”, basta utilizar peças de tons vivos e intensos. Relógios de parede, quadros, luminárias e almofadas são excelentes para quebrar a monotonia do ambiente.

Aproveite esse material para criar uma decoração rústica

O cimento queimado é um dos materiais mais rústicos que temos hoje em dia. Ao aplicar o composto nos pisos, paredes ou demais superfícies, o seu resultado traz a sensação de um ambiente meio inacabado — que é exatamente o seu charme.

Para deixar o espaço ainda mais interessante, vale a pena aproveitar essa tonalidade fria e adicionar elementos que aqueçam o ambiente, criando um contraste interessante. Uma matéria-prima que combina bem com o material é a madeira, que pode surgir nos móveis ou na própria estrutura do ambiente. Experimente!

Use o cimento queimado junto ao tijolo aparente

Aqui está uma dupla imbatível para quem ama uma decoração industrial: o cimento queimado e os tijolos aparentes. Assim como a argamassa, os tijolinhos são uma forte tendência no design e foram inspirados nos lofts nova-iorquinos da década de 1950.

Graciosa, contemporânea e aconchegante, a combinação desses elementos é capaz de transformar qualquer espaço — seja ele grande, médio ou pequeno. Para não errar a mão, o mais indicado é aplicar o cimento queimado apenas no chão, reservando as paredes para abrigar os tijolos à mostra.

Já para a mobília, é interessante investir em peças de linhas retas, sem muitos detalhes e cores neutras — o preto, o cinza e o branco são boas pedidas.

Crie uma cozinha moderna e estilosa

Quer ter uma cozinha moderna? Utilize o cimento queimado no espaço. Se você tem uma cozinha toda branca, por exemplo, considere aplicar esse tipo de argamassa nas paredes ou no piso. Para caprichar ainda mais, integre eletrodomésticos de inox no ambiente — geladeira, fogão, forno e exaustor. Com isso, você tem uma decoração clean e com toque futurista.

As pessoas mais ousadas também utilizam o material em outras estruturas, como nas bancadas ou nos armários. É uma alternativa original para fazer com que o projeto tenha um toque extra de personalidade.

Podemos dizer que a aplicação do cimento queimado é simples. No entanto, para obter um resultado satisfatório, o ideal é contratar os serviços de um especialista na área.

Já para prolongar o acabamento, é recomendado seguir algumas práticas de manutenção, como a aplicação de resinas à base d’água ou acrílicas, que servem para minimizar a porosidade e evitar o acúmulo de manchas e sujeiras.

Viu, só? O cimento queimado oferece mil e uma vantagens para aqueles que abraçam essa ideia. E para se aprofundar ainda mais no universo da decoração, confira também as nossas 5 dicas para misturar o novo com o antigo.

Sobre o autor

quintadellarte

Deixar comentário.

Share This