Jardim e Paisagismo

[Extensão] Conheça as tendências de paisagismo residencial

Escrito por quintadellarte

O paisagismo residencial se tornou um elemento valioso e muito desejado atualmente. Folhagens, jardins verticais e pedras são algumas das tendências que mais influenciam na hora da decoração. Será que você as conhece a fundo? Ou sabe como funciona um projeto de paisagismo na prática?

Diversos moradores têm o desejo de viver em espaços belos e funcionais, refletindo seu estilo de vida. Por isso, preocupar-se com essa composição é essencial para deixar o seu ambiente ainda mais agradável, tanto para você quanto para todas as visitas. É uma forma de autoexpressão.

Jardins complementam o espaço e melhoram a qualidade de vida das pessoas. Se você busca inspiração para levar a natureza para o seu projeto arquitetônico, preparamos este artigo especialmente para você. Conheça agora a importância do paisagismo residencial, como ele é projetado e suas principais tendências. Boa leitura!

Importância do paisagismo residencial

Decoração e bem-estar são propostas que devem caminhar juntas. Por isso, o paisagismo tem se tornado uma prioridade nos projetos atuais, pois desempenha um papel importante junto aos moradores. Afinal, os seres humanos têm uma reação profundamente positiva quando estão próximos à natureza.

O conforto térmico é uma das características do paisagismo residencial, criando uma sensação tranquila e restauradora para o espaço. Visualmente, incorporar a natureza à decoração pode melhorar a cognição, oferecendo benefícios como a redução da pressão arterial e o aprimoramento da tomada de decisão.

Etapas do projeto de paisagismo residencial

Montar um projeto completo e funcional de paisagismo exige planejamento e aplicação profissional. Estamos lidando com a natureza e com um lar ao mesmo tempo: cada particularidade é relevante. Veja, a seguir, quais são as quatro etapas principais para garantir uma instalação bem-sucedida.

Avaliação das suas necessidades

É importante medir as expectativas em relação ao que pode ser feito nos espaços disponíveis na sua casa. Algumas opções são incríveis para grandes áreas, mas não funcionam bem em lugares pequenos, ou vice-versa. Analise bem o que a arte do paisagismo pode acrescentar à sua realidade.

Análise do local

Para formular um planejamento, o profissional deve avaliar o local e estudar as estruturas presentes. Com esses dados, ele poderá verificar o que será alterado, quais as melhores posições dos objetos, como aproveitar o sol e as sombras durante o dia, entre outros fatores.

Concepção do anteprojeto

Com tudo que foi discutido até aqui, o paisagista terá material suficiente para desenhar a planta do que será o seu paisagismo residencial. Nessa etapa, ele aplica todo o conhecimento e criatividade que acumulou na profissão para desenvolver algo exclusivo e personalizado.

Criação do projeto executivo

Aspectos mais técnicos entram nessa etapa. Mais profissionais se unem para pontuar detalhes sobre o solo, as edificações e os cuidados que terão com as plantas, entre outros. São informações essenciais para garantir a segurança do projeto e para que ele seja implementado de acordo com o que foi desenhado. A partir daí, a ideia pode sair do papel para a realidade.

Tendências de paisagismo residencial

A decoração sempre acompanha a evolução da sociedade. Hoje em dia, o paisagismo dá mais atenção ao conforto, para garantir um jardim agradável e confortável. Vale lembrar de que as plantas melhoram a qualidade do ar das áreas construídas, algo que também é muito solicitado.

Isso porque elas são filtros naturais que retiram dióxido de carbono do ar, substituindo-o por oxigênio. Elas também ajudam a filtrar os poluentes do ar, colaborando para um ambiente mais limpo e saudável, algo especialmente interessante em cidades grandes. Acompanhe, a seguir, as principais tendências do momento.

Folhagens variadas

As folhagens valorizam os jardins, dando um toque mais neutro e elegante ao ambiente. Contudo, é importante considerar espécies adequadas para a composição. Uma dica é estabelecer a harmonia entre as plantas sem misturar tantos tipos no mesmo ambiente, a fim de manter o equilíbrio visual.

Para uma decoração tropical, palmeiras e samambaias são as melhores opções. Caso prefira um projeto mais voltado para o rústico, o cacto é excelente e sua manutenção é bem simples. Agora, se você gosta de um estilo mais diferenciado com aspecto oriental, apostar em bambus, juníperos e azaleias é ótimo para a decoração do seu jardim.

Iluminação elaborada

A iluminação é um dos fatores mais importantes em um projeto de paisagismo. Ela fará a diferença na percepção dos elementos e trará uma experiência totalmente nova durante os períodos noturnos. Ou seja, é quase que um ganho “dois em um”. Não é à toa que muitas criações foquem nas luzes de forma criativa. Sua casa também pode entrar nessa tendência e explorar as diferentes possibilidades de luz e sombras, seja em ambientes internos ou externos.

Jardins verticais

As possibilidades são quase infinitas quando se trata de um jardim vertical. Você pode plantar ervas frescas, plantas da estação ou espécies, tanto no interior quanto no exterior da residência. Esse estilo de jardim é muito funcional, uma vez que o ar circula bem ao redor das plantas e elas também recebem bastante sol. Por isso, há muito menos risco de sofrerem de mofo ou fungo.

Quando instalados na parede externa da casa, o jardim vertical atua como um excelente isolante natural, tornando a temperatura interna mais baixa. Isso ocorre porque as plantas e a própria estrutura do jardim criam uma barreira pela qual o sol não pode penetrar. Eles também reduzem o calor e a luz reflexiva. Dessa forma, não é necessário ativar o ar-condicionado durante os meses mais quentes.

Caminhos de madeira

A construção de caminhos pode ser feita com materiais variados, e a madeira está entre os mais populares. Ela pode ser aplicada para oferecer um visual elegante ou rústico, sempre de acordo com o restante do design. No geral, madeiras de cores mais escuras são as preferidas, mas tudo vai depender do projeto. Outro ponto positivo é que esse tipo de caminho combina mais ainda com os vasos de plantas.

Pedras na decoração

As pedras são elementos incríveis e levam mais praticidade para o seu paisagismo. No mercado, existem inúmeros tipos, como brita natural, pedra de rio, dolomita branca, São Tomé, entre outras. A sua intenção ao aplicá-las na decoração vai definir sua utilização, que pode ser para criar um caminho ou ornamentar vasos, por exemplo.

Se o objetivo for forrar o espaço, as pedras são ótimas escolhas, pois exigem menos manutenção em comparação com a grama. Para isso, é indicado aplicar uma manta geotêxtil ou bidim antes de colocá-las. Isso impede o contato direto com o solo, que poderia sujá-las com mais facilidade.

Experiência do paisagismo residencial

A experiência sensorial criada pelo paisagismo é inacreditável quando o ambiente oferece funcionalidade e conforto aos moradores e visitantes. Além de impressionante visualmente, ter algo desse tipo em casa permite uma melhora na qualidade de vida que muitas pessoas ainda não conheceram.

Se você pensa em renovar seu projeto arquitetônico, as dicas que mencionamos são ótimas para começar. É claro que há mais possibilidades — e você não precisa se limitar. Se você sonha com um paisagismo residencial robusto, pode incluir também outros elementos.

Agora, acesse nosso site e veja diversas opções de estátuas e esculturas que podem compor e embelezar os seus projetos.

Sobre o autor

quintadellarte

Deixar comentário.

Share This